Me deixe voar!

Encontrei esse texto escrito por mim em um caderno antigo… não consigo me lembrar das circunstâncias, mas bem que poderia ser uma conversa particular com minha própria consciência… SE ela fosse moldada por essa sociedade que não entende nada de liberdade, virtude e felicidade…

Ainda bem que não me prendo a padrões …

 

Quando você me impede de fazer minhas escolhas, quando me corta o direito de pensar diferente, quando tira de mim o direito à minha própria identidade, sinto-me como uma arara condenada a uma gaiola minúscula…

Sei que fui criada para colorir o mundo, mas dentro dessa gaiola, sinto como se o mundo só pudesse ser pintado de cinza…

Me deixe voar, por favor eu imploro, respeite a minha potência de voar… Por mais que você deseje me controlar e admirar o meu colorido diariamente de forma particular, por favor, me deixe voar…

Garanto que meu colorido se ascenderá, e mesmo de longe, será capaz de tingir o seu jardim…

Apenas me permita voar eu imploro… me deixe voar…

 

Com amor,

FeSendra

 

Ps.: As imagens e textos deste Blog são protegidos pelas Leis de Direitos Autorais, que proibe a cópia e uso por terceiros sem autorização prévia do autor. Respeitar o trabalho de um artista, é um ato de amor. Pratique! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s