Tenho objetivos bem traçados, mas estou sempre disposta a seguir caminhos indefinidos, rotas alternativas e atalhos oportunos…

“Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade, tudo está perdido mas, existem possibilidades.” (Renato Russo – música Sereníssima)

Sou de extremos, não posso negar. Não costumo ser impulsiva, ao contrário, sou até prudente e racional demais, mas sempre com a intenção de decidir o melhor momento para me deixar levar. Colocar o racional de lado e investir no emocional na maioria das vezes até faz a gente quebrar a cara mas, se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida, é que não vale a pena perder tempo com arrependimentos…

Não foi sempre assim confesso, mas hoje encaro a vida como possibilidade, e como oportunidade de realizar… compreendi que a felicidade é um processo contínuo que precisa ser alimentado diariamente, e não um estado pleno que possa ser alcançado.

Nesses meus 35 anos fui descobrindo, ano após anos, que a graça da vida está em encará-la com olhar de aprendiz, sem amarras e sem pré conceitos que possam me tolir… descobri que prefiro a liberdade abrigada no sentir, no pensar, no errar e no recomeçar todos os dias.

Aprender faz parte da vida, e errar é sempre a melhor lição que podemos tirar dela. Aquele que tem medo do erro não se permite o prazer da descoberta. É preciso tentar o novo para compreender o que realmente nos realiza, e isso vale para todos os aspectos da vida. A gente só forma nossas opiniões conhecendo os dois lados da moeda…

O “SE…”, na maioria das vezes, causa mais angústia e tristeza que o não gostei, e pior, nos priva da possibilidade de encantamento com o surpreender-se…

Sou dessas que gosta de tomar as rédeas, impôr comando, mas só até o momento em que o experimentar e o delegar se tornem mais interessantes. Não sou de escolhas fáceis, e costumo ter múltiplos interesses em todas as áreas da vida, mas quando decido, é porque já fiz todas as análises possíveis, e sei que os prós se sobrepõem aos contras… posso até errar, mas o erro vai compensar…

Sabe a frase que abre este Post… Acho que é isso mesmo, a insanidade, quando usada em prol do equilíbrio, dá aquela temperada necessária na rotina e no cotidiano, as possibilidades estão sempre à nossa disposição, cabe a nós querer enxergá-las e fazer o melhor uso particular delas… tudo pode até parecer perdido mas, a verdade é que só depende de nós vislumbrar o como virar esse jogo.

Experimentar nos permite conhecer mundos que muitas vezes não temos nem noção que possam existir, e pode ser que nos identifiquemos com alguns deles, sem previamente cogitar essa possibilidade.

Sou teimosa, movida pela adrenalina do desconhecido, com objetivos bem traçados, mas sempre disposta a seguir caminhos indefinidos, rotas alternativas e atalhos oportunos.

Calada e observadora, em alguns momentos me posiciono com distanciamento proposital… Quer minha atenção? … seja imprevisível, invista na minha curiosidade, e instigue meu interesse em aprender algo novo. O mistério é o que me move…

A vida é feita de escolhas, que tal se permitir uma escolha diferente hoje…

“Um conselho? Abandone a expectativa e convide o inesperado.” (Bruno Guilherme Fonseca)

Com amor,

FeSendra

Ps.: As imagens e textos deste Blog são protegidos pelas Leis de Direitos Autorais, que proibe a cópia e uso por terceiros sem autorização prévia do autor. Respeitar o trabalho de um artista, é um ato de amor. Pratique! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s